Fraudes em licitações: Grupo empresarial de Cascavel é alvo de operação da Polícia Civil

Mandados de prisão e de busca e apreensão são cumpridos…

A Polícia Civil do Paraná (PCPR) deflagrou uma ação policial na manhã desta quarta-feira (16), no Interior do Estado, com o objetivo desmantelar uma associação criminosa suspeita de fraudar processos licitatórios e causar prejuízo aos cofres públicos do Paraná de diversas maneiras. 

Ao todo, 37 mandados judiciais, sendo 11 de prisão temporária e 26 de busca e apreensão, devem ser cumpridos no decorrer da operação. As buscas acontecem nas cidades de Missal, Cascavel, Terra Roxa, Guaíra, Diamante do Sul, Pérola D’Oeste, Roncador e Catanduvas. 

As investigações policiais tiveram início no mês de março, com o objetivo de apurar possíveis irregularidades na aquisição de peças de reposição de “máquinas pesadas” que compõem a frota de veículos da Prefeitura de Missal. 

Em diligências preliminares, ficou constatado que haviam sido recebidas peças remanufaturadas como novas, superfaturamento de preços e pagamento de peças que não eram entregues ou utilizadas. 

O bando criava empresas de fachada, em nome de laranjas, com o objetivo de promover um falso rodízio entre as empresas participantes de cada licitação. Entretanto, tratava-se da mesma empresa fornecendo – há anos – peças a determinados municípios e perpetuando suas práticas criminosas, causando prejuízo a sociedade e enriquecimento ilícito aos criminosos. 

As investigações tiveram o apoio da Receita Federal e da 1ª Promotoria de Medianeira.

Segundo a delegada Rita de Cássia, o núcleo empresarial que atuava no esquema fica em Cascavel. Na cidade, oito mandados de prisão são cumpridos. 

Nomes de envolvidos não foram divulgados.

Fonte: https://cgn.inf.br/noticia/55539/operacao-policial-e-realizada