Comissão de Fiscalização vai debater situação de 860 obras paradas em escolas e creches

Dados do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE) apontam para a existência de cerca de 860 obras paralisadas em creches, escolas e quadras poliesportivas em todo os Brasil. Para debater o assunto, na quarta-feira (5), às 9h, no plenário 9, em Brasília, a Comissão de Fiscalização Financeira e Controle da Câmara dos Deputados convidou o Observatório Social do Brasil e Transparência Brasil. A audiência será interativa e poderá ser acompanhada pelo e-democracia.

As organizações desenvolvem juntas o projeto “Obra Transparente”, que consiste em uma rede de 21 observatórios sociais que atuam no monitoramento de obras de escolas e creches financiadas pelo governo federal.

Segundo o deputado que pediu o debate, Roberto de Lucena (Pode-SP), o objetivo central do projeto é ampliar a transparência e a accountability na execução de projetos de infraestrutura educacional, atuando tanto para pressionar governos para a retomada de obras inacabadas, como para prevenir novos atrasos e paralisações por meio de um controle social mais ativo.

Foram convidados para a audiência pública Ney da Nóbrega Ribas, presidente Observatório Social do Brasil; Marcos Gerhardt Lindenmayer, ouvidor-geral adjunto substituto da Controladoria-Geral da União (CGU); representante do FNDE; Bianca Vaz Mondo, gerente do projeto Obra Transparente, da Transparência Brasil; além de representante do FNDE.

via ‘Agência Câmara Notícias‘.

Link para acesso: https://edemocracia.camara.leg.br/audiencias/sala/803

Feirão da Cidadania

Neste sábado 01 de dezembro, os membros do Observatório Social de cascavel marcaram presença no Feirão da Cidadania, que ocorreu na avenida brasil.

A participação do Observatório no Feirão da Cidadania, foi muito importante, pois é uma forma da nossa entidade poder demonstrar os trabalhos realizados junto a comunidade, e principalmente, fomentar no cidadão a importância do acompanhamento dos gastos públicos, e com isso também alcançar novos voluntários.

O feirão ocorreu das 10:00 ás 14:00 e contou com a participação várias outras entidades, como a JCI, Apofilab, Uopeccan, Instituto Décio Mertz, Ong Amigos dos Rios, Território Cidadão e Provopar.